Diretor Técnico: André Nogueira

Coordenador das Disciplinas Olímpicas: João Pereira

 

Esta Disciplina comporta calendários competitivos distritais e ainda todo o quadro de preparação das Seleções Nacionais com Estágios e Provas Nacionais e Internacionais (Campeonatos da Europa, Campeonatos do Mundo e Jogos Olímpicos)   

 


A Ginástica Artística (da tradução à letra da designação dada pela Federação Internacional de Ginástica e vulgarmente conhecida em Portugal como Ginástica Desportiva) engloba duas modalidades: Ginástica Artística Masculina (GAM) e Ginástica Artística Feminina (GAF). 

 


Estas modalidades regem-se por um Código de Pontuação e um Regulamento Técnico próprios e são modalidades constantes do programa olímpico.

Os seus objetivos são os de numa base de preparação aprofundada, assimilar exercícios gímnicos de dificuldade superior, atingindo um elevado aperfeiçoamento na técnica de execução desses exercícios, mostrando uma elevada mestria desportiva. 

 

A Ginástica Artística Masculina, compreende um conjunto de 6 aparelhos: Movimentos Livres, Cavalo com Arções, Argolas, Saltos de Cavalo, Paralelas Simétricas e Barra-fixa. 


Caraterísticas dos Aparelhos:

 


Solo: 
Os exercícios no solo, devem conter predominantemente elementos acrobáticos, combinados com outros movimentos de força de flexibilidade e de equilibrio com combinações coreográficas, formando um todo harmonioso. O ginasta dispõe de um tempo máximo de apresentação de 70 segundos.

 


Cavalo com arções: Os exercícios devem conter movimentos circulares apelidados de "circulos" e pendulares "tesouras" com utilização de todas as partes do cavalo, devendo ser executados sem paragens.

 


Argolas:  Neste aparelho o ginasta deve apresentar uma variedade de movimentos estáticos, alternados com elementos de balanço à frente e à rectaguarda e de força. O exercício deve ser concluído com uma saída acrobática. 

 

Saltos: Os saltos são executados a partir de uma corrida prévia de 25 metros com chamada a dois pés no trampolim e um curto apoio das mãos na "mesa" de saltos (nome atualmente em vigor), após o que o ginasta realiza uma série de rotações. Conclui-se com uma receção equilibrada.

 


Paralelas simétricas: Um exercício contemporâneo de paralelas deve conter uma combinação de movimentos de balanços de vôo e estáticos. O ginasta deve utilizar todo o comprimento dos banzos e apresentar movimento por baixo e sobre os banzos. Os movimentros de balanço devem ser predominantes. Termina com uma saída acrobática.

 


Barra-Fixa: O ginasta deve apresentar movimentos de balanço continuos sem tocar com o corpo na barra. deve demonstrar mudanças de pegas com rotações, elementos com voo (despegues) com largada da barra e retorno. As saídas são parte integrante da execução do exercício e são movimentos acrobáticos espetaculares.

Consulte o Manual Técnico de 2016-2017da Disciplina e o CÓDIGO de PONTUAÇÃO ADAPTADO 2017-2020.

Consulte os Eventos Sancionados FGP 2016-2017 .

Consulte também Programa Age Group POR 2016Programa Deteção de Talentos.

Ficha Identificação Agentes GAM - 1ªdiv

Ficha Identificação Agentes GAM - Base

GAM-ordem de passagem equipas

 

Próximas competições

GAF/GAM-Campeonato Nacional Universitário-2017 29 de Abril, 2017

Ver agenda completa